Legal

Salário Mínimo Regional Rs 2023

Qual o valor do salário mínimo regional do Rio Grande do Sul?

Segundo o líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, deputado Professor Bonatto, a pauta que trata do reajuste do salário mínimo regional deve ser debatida sobre dois aspectos. O primeiro considera que neste ano o mínimo regional já foi reajustado em 10,6% a partir de 1º de fevereiro, levando em conta indicadores de desenvolvimento do Estado no último período.

  • Agora está em discussão no Parlamento novo reajuste de 9%, conforme proposta do governo gaúcho.
  • O segundo aspecto, de acordo com Bonatto, contempla o índice concedido ao salário mínimo nacional e aos percentuais defendidos pelos sindicatos dos trabalhadores e pelas representações dos setores empresarias.

Bonatto enfatizou que a Bancada do PSDB é a favor da manutenção da existência de um mínimo regional, mas defendeu que seja encontrado um ponto de equilíbrio entre a proposta do governo do Estado e a expectativa de empregados e empregadores. «Devemos considerar o reajuste dado no começo do ano e somá-lo a nova proposta em tramitação na Assembleia neste momento.

  1. Considerando isso, podemos dizer que em 2023 o salário mínimo regional terá uma elevação de 19,6% (10,6% em fevereiro e 9% agora).
  2. Estamos abertos a discussão, mas entendemos que, por estar baseada na realidade dos indicadores de crescimento da economia gaúcha, a proposta do governo do Estado é adequada ao momento vivido pelo Rio Grande do Sul», concluiu Bonatto.

O Projeto de lei (PL) 290/2023, que trata do reajuste, está em análise da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia. A relatora do PL é a deputada estadual Delegada Nadine (PSDB). O reajuste O reajuste proposto pelo governo é superior à inflação acumulada em 12 meses até janeiro de 2023 – de 5,71% calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Além disso, reestabelece a diferença em relação ao salário mínimo do país que vigorava até 2021, com o piso regional 19% superior ao valor nacional. Com o reajuste proposto, o valor no Estado se reposicionaria à frente de São Paulo e atrás apenas do Paraná. O mínimo regional no Rio Grande do Sul tem cinco faixas salariais que atualmente variam de R$ 1.443,94 a R$ 1.829,87, de acordo com a categoria profissional.

Se aprovado o novo percentual, as faixas irão variar de R$ 1.573,89 a R$ 1.994,56.

Quando vai subir o salário regional no Rio Grande do Sul?

Centrais sindicais entregaram, em 27de abril, pedido de reajuste para o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Profissional, Gilmar Sossella, e ao secretário-adjunto de Planejamento, Governança e Gestão, Bruno Silveira | Foto: Matheus Piccini / CUT-RS O governo do Estado protocolou nesta quinta-feira (22) junto à Assembleia Legislativa a proposta de 9% reajuste do salário mínimo regional do Rio Grande do Sul para 2023.

See also:  Salário De Um Cabo Do Exército

O Projeto de Lei (PL) 290/2023 estabelece ainda a mudança da data-base do piso regional, que passaria de 1º de fevereiro (atual) para 1º de maio. Em caso de aprovação do PL, as cinco faixas salarias do piso regional, que atualmente variam entre R$ 1.443,94 a R$ 1.829,87, serão reajustadas para valores entre R$ 1.573,89 (a menor faixa) e R$ 1.994,56 (a maior).

As faixas são pagas de acordo com a categoria profissional ( confira as faixas no texto do PL ). A proposta, contudo, é inferior à reivindicação das centrais sindicais, que pediam 15,42% de reajuste, referente a inflação acumulada em 2022 e a reposição do índice de 4,50% de 2019, que não foi pago em 2020.

Defendemos reajuste de 15,42% para repor a relação entre o valor do piso regional e o do salário mínimo nacional quando da sua criação em 2001, no governo Olívio Dutra (PT)», diz o presidente da CUT-RS, Amarildo Cenci. «Somente no governo Leite, o piso regional acumula 10,5% de perdas com a inflação e, se mudar a data-base para 1º de maio, é preciso acrescentar ainda as perdas até abril», complementou.

Além disso, Amarildo lamentou o fato do governo ter encaminhado a proposta sem diálogo com os centrais. «Até hoje, Eduardo Leite nunca recebeu as centrais sindicais para dialogar sobre o piso regional, que é pago para cerca de 1,5 milhão de gaúchos e gaúchas», afirmou.

  • Estamos sempre abertos ao diálogo e defendemos uma política permanente de valorização do piso regional, a exemplo do salário mínimo nacional que já foi negociado pelas centrais com o governo Lula».
  • Para tentar garantir a melhora no índice de reajuste, as centrais sindicais iniciarão na próxima semana rodadas de diálogos com os deputados estaduais para construir emendas ao projeto e buscar agilidade na tramitação.

«Não aceitamos a enrolação que aconteceu nos últimos anos, quando a votação em plenário ocorreu apenas no final do ano, mostrando não somente um profundo descaso com os trabalhadores e as trabalhadoras, mas uma apropriação vergonhosa de recursos pelas empresas de quem recebe os menores salários no Estado», aponta o secretário de Administração e Finanças da CUT-RS, Antônio Güntzel.

Como ficou o reajuste dos servidores do RS?

Em sessão extraordinária, Assembleia aprova reajuste de 10,6% para o Piso Salarial Regional | Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

See also:  Prático De Navio Salário

Qual é o valor do salário do comércio no Rio Grande do Sul?

Salários do cargo de Comercial – Rio Grande, RS A remuneração variável de Comercial em Rio Grande, RS é de R$ 15.685, variando entre R$ 1.100 e R$ 34.348.

Quando sai a folha suplementar do Estado RS?

Folha suplementar com reajuste e retroativo devem sair início de abril | O Sinte-PI buscou informações na Seduc e SeadPrev sobre o percentual de reajuste de parte dos trabalhadores em educação, que seria implementado na folha de março/2023, conforme a Lei nº 8001/23 assinada em 15/03 e publicada no Diário Oficial do Estado em 16/03/2023.

A lei aprovada só concede o reajuste de 14,95% para os professores «Classe A» (referente ao ensino médio), já os professores com licenciatura e especialização tiveram seus salários achatados recebendo apenas uma complementação, enquanto que parte dos especialistas, mestres e doutores não receberam nenhum reajuste.

O achatamento salarial atingiu todas as classes do magistério no Piaui. A Seduc informou que está sendo preparada uma Folha Suplementar que deve sair no início de Abril com o valor do percentual e o retroativo a janeiro/2023. A folha de pagamento do Estado é fechada dia 15 de cada mês e a aprovação da Lei e publicado no Diário Oficial aconteceram dia 16/03, portanto, após o fechamento da folha.

Quando será pago o aumento dos professores RS 2023?

O percentual de reajuste do valor do Piso Nacional do Magistério será de 14,945%, a partir de 1º de janeiro de 2023.

Qual é o valor do salário comercial em Uruguaiana?

Salários do cargo de Vendedor Comercial – Uruguaiana, RS A média salarial de Vendedor Comercial é de R$ 14.534 por mês nessa localidade (Uruguaiana, RS). A remuneração variável de Vendedor Comercial em Uruguaiana, RS é de R$ 12.580, variando entre R$ 12.580 e R$ 12.580.

Qual é o valor do salário mínimo no Rio Grande do Norte?

Veja os valores do salário mínimo por estado: –

Acre: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Alagoas: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Amapá: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Amazonas: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Bahia: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Ceará: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Distrito Federal: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Espírito Santo: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Goiás: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Maranhão: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Mato Grosso: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Mato Grosso do Sul: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Minas Gerais: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Pará: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Paraíba: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Paraná: não segue o valor o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Para 2022, o mínimo no estado ainda não foi definido, mas seguirá o índice aplicado ao salário mínimo nacional, o INPC. A estimativa do governo é que o valor, que atualmente é de R$ 1.467,40 a R$ 1.696,20, passará para entre R$ 1.600 e R$ 1.870. Pernambuco: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Piauí: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Rio de Janeiro: não segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Ainda não foi definido o piso estadual para 2022. Vigora atualmente o piso adotado em 2019, com faixas de rendimento que vão de R$ 1.238,11 a R$ 3.158,96. Rio Grande do Norte: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Rio Grande do Sul: não segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. O piso regional, que em 2021 foi de R$ 1.237,15 e R$ 1.567,81, já foi reajustado em dezembro de forma retroativa a outubro e passou para as faixas entre R$ 1.305,56 e R$ 1.654,50. Rondônia: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Roraima: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Santa Catarina: não segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. O piso estadual de 2022 será definido em março e terá reajuste. Vigora atualmente no estado o valor adotado em 2021, com os pisos salariais entre R$ 1.281,00 e R$ 1.467,00. São Paulo: não segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Ainda não foi definido o piso estadual para 2022, mas o governo adiantou que não há previsão de reajuste. Vigora atualmente no estado o piso adotado em 2019, com faixas de rendimento que vão de R$ 1.163,55 a R$ 1.183,33. Sergipe: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal. Tocantins: segue o valor do salário mínimo fixado pelo decreto federal.